sexta-feira, 11 de março de 2011

Elementos para uma filosofia do amor (parte 1)


Casar é convidar alguém a ser um espectador diário da sua vida,
descobri esses dias que a palavra espectador vem do latin Especulum que significa espelho. Pude compreender então que casar é ter alguem cotidianamente te refletindo, te mostrando quem você é e vice e versa.
Acho que só descobri algumas partes de mim através da relação conjugal e assim sendo pude perceber que a maior questão no dia-a-dia da relação não é a convivência com o outro, mas sim com o que o outro revela de nós. Por muitas vezes nos negamos a estabelecer vinculos mais duradouros com quem amamos por conta do medo de desvendar quem realmente somos.

2 comentários:

Karol disse...

Faz todo o sentido!

(pensando...)

LEIDYLA disse...

faz todo e completo sentido!

( pensando também...)