sexta-feira, 16 de abril de 2010

Ela fez de tudo!

Ela tentou de tudo!
Gritou na rua, bateu em sua porta, mandou cartas...
Escreveu poemas, textos para peças de teatro, chorou no escuro...
Acreditem, ela fez de tudo,
isso mesmo, ela fez de tudo pra parar de sangrar,
amarrou tecidos, fez curativos, compressas, tomou remédios,
Tomou cachaça, fez pirraça, foi a praça e clamou seu nome!
Mas ele, ele não ouvia!
ela continuou tentando,
Fez promessas, fez simpatias, fez macumbas e outras traquinagens.
Dele somente imagens, só fumaça!
Ficou com raiva, xingou até a última geração, quebrou o quarto todo,
brigou com o melhor amigo,
ela fez de tudo!
sim, ela fez de tudo que existia a vida dele.
enquanto a própria desaparecia!

2 comentários:

Karol Coelho disse...

Daniel, linkei seu blog com o nosso.

http://www.pensamentosdevaneantes.blogspot.com/

Abraço.

Tatiana Monte disse...

Ela fez de tudo
até esquecer
será?
que podemos pedir isso pra outra?
mas feliz sempre..
a vida nem se querer azedo seu sorriso ...
sorri até pra quem não sorri pra ela
viver
alegrar-se
lembra?
beijos